Citações

A Cadeira de Rodas, conto do livro Obscura, de Dark Gero

O Cemitério Secreto, conto do livro Obscura, de Dark Gero

A Mão de Dante, de Nick Tosches

O Cronista, de Hugo N. Gerstl

Letters at Christmas, conto do livro A Very Scandalous Holiday, de várias autoras

Casanova, de Susan Swan

Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde, de Robert Louis Stevenson

A Filha da Floresta, de Juliet Marillier

A Demanda de D. Fuas Bragatela, de Paulo Moreiras

A Face Negra, de Elizabete Cruz

O Jardim Secreto, de Francisco Gouveia

O Jardim Secreto, de Francisco Gouveia

Dezanove Minutos, de Jodi Picoult

O Jardim das Sombras, de Mark Mills

A Estranha Vida de Nobody Owens, de Neil Gaiman

Catarina de Aragão, de Philippa Gregory

Poe, de J. Lincoln Fenn

A Essência do Sangue, de Caryl Phillips

Verticalmente de Pé, de Augusto Canetas

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.